UOL

Skindô, Skindô - LESGA

Prefeitura rompe com liga das escolas do Grupo de Acesso do carnaval

Motivo foi decisão da entidade de não rebaixar nenhuma agremiação para o Grupo de Acesso B


RIO - A prefeitura do Rio decidiu nesta quinta-feira romper com a Liga das Escolas de Samba do Grupo de Acesso (Lesga). O motivo foi a virada de mesa promovida pela entidade, que decidiu não rebaixar qualquer escola para o Grupo de Acesso B. O secretário municipal de Turismo, Antônio Pedro Figueira de Mello, disse que não reconhece mais a entidade como interlocutora, pois o contrato firmado com a entidade não foi cumprido.

A Riotur irá se reunir em breve com as escolas de samba do Grupo de Acesso para discutir quem será o novo interlocutor. Antonio Pedro ainda não confirmou nem descartou a hipótese de a prefeitura assumir a organização do grupo. No passado, a Secretaria municipal de Cultura foi a responsável por selecionar a comissão julgadora durante alguns anos.

- Houve uma quebra de contrato entre a Lesga e a prefeitura. Duas escolas deveriam ser rebaixadas e isso não aconteceu. E não é verdade que analisávamos uma proposta para unificar os Grupos A e B, como foi afirmado. O presidente da Lesga veio com uma conversa sobre isso e disse que o carnaval de 2013 só seria tratado após o término dos desfiles desse ano - disse Antonio Pedro

A vitória da Inocentes de Belford Roxo, cujo principal dirigente é Reginaldo Gomes, que também é presidente da Lesga, não está sendo questionada nesse momento. Integrantes de outras escolas do Grupo de Acesso, no entanto, lançaram a suspeita de que o resultado foi fraudado.

- O resultado está aí. Não participamos da escolha de jurados e não podemos interferir. Se alguma investigação de fraude for feita não cabe a nós. Isso será de responsabilidade dos órgãos competentes - disse Antônio Pedro.

A procura por um novo interlucutor será feita também para o Grupo B, cujo desfile também foi coordenado pela Lesga. A vencedora do grupo foi a Caprichosos de Pilares.

A Lesga organiza o carnaval dos Grupos A e B desde o ano passado. Antes, a responsbilidadade cabia a Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro (Ascerj), que ainda hoje comanda os desfiles dos grupos C, D e E. Para organizar os desfiles deste ano, a Lesga recebeu R$ 7.921.900 da prefeitura. Destes, R$$ 5.545.900 para o Grupo de Acesso A e R$ 2.376.000 para o Grupo de Acesso B.




Escrito por Equipe Guerreira às 00h25
[] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher
MSN -



Histórico
    Votação
    Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
    Veja as fotos da Equipe Guerreira!
    Comunidade no Orkut
    Rádio Revolução - a Rádio que é louca por você (transmitindo em caráter experimental)
    Últimas Notícias
    Blog Noticias News
    O que fazer agora (blog)
    Blog da Jaqueline
    Blog "Juventude15" (RS)
    Carnaval - Belo Horizonte (MG)
    Carnaval - Vitória (ES)